Como roubar uma campanha global de uma mega-agência.

Pequenas agências independentes estão roubando campanhas globais de agências globais. Um formato mais enxuto, informal e naturalmente digitalizado parece ser uma característica comum desse tipo de agência.

A Revista da Criação realizou uma matéria bastante completa sobre as hot shops. Selecionaram as 12 agências mais destacadas nesse cenário e visitaram uma a uma. O que fiz foi uma releitura da matéria tentando capturar o que elas têm em comum e o que faz de cada uma delas única.

Santo – Buenos Aires – 24 funcionários

A Santo é a resposta de tudo o que a gente não gostava. Fizemos uma lista de todas as merdas da publicidade e estamos tratando de ficar longe delas, diz Maxi Anselmo, sócio da Santo. Em termos de gestão, o que difere a Santo das agências ditas tradicionais é a transparência. Se a empresa vai bem, todos vão bem, ou seja, os ônus e os bônus são muito bem distribuídos entre os colaboradores. No que diz respeito ao produto da Santo, a agência não atua departamentalizada. Quem planeja cria e muitas vezes também atende os clientes. O sucesso do modelo é comprovado por campanhas globais para clientes como Coca-Cola e Unilever.

Crispin, Porter + Bogusky – Miami – 600 funcionários

Apesar de ser um ponto fora da curva entre as agências desse artigo devido ao seu tamanho, os resultados criativos da CPB são de uma hot shop, haja visto a performance em premiações nos últimos 5 anos. Entre as obsessões dos sócios está a busca por tornar a CPB o melhor lugar para se trabalhar. As podem pessoas levar seus pets pra agência, fazem academia e comem pipoca em horário comercial. Além do clima interno, que proporciona um melhor rendimento, duas posturas fazem da CPB uma agência diferente: a primeira é o fim da hierarquização de disciplinas – não existe digital, BTL, advertising. A outra é que o foco está em resolver da melhor maneira o problema do cliente, e isso pode ser com um game, uma campanha na TV ou uma ação na internet.

Taxi – Toronto e NY – 50 funcionários

Agilidade e independência fizeram da Taxi uma agência destacada no cenário global. Em comum com outras hot shops está o fim dos departamentos, porque para cada projeto um time de especialistas é montado. De diferente está a postura mais filosófica de seus fundadores, que acreditam que as agências precisam mudar a maneira de pensar e passar de contadores de histórias para construtores de relacionamento. “É preciso mergulhar no comportamento do consumidor e investigar a natureza humana, pois sabemos o que não muda nunca: a necessidade de ser amado, protegido e educado para continuar procriando e gerar a sobrevivência da espécie”, ressalta Paul Lavoie, sócio da Taxi.

Nitro – NY – 50 funcionários

Uma operação que começou na China e se expandiu para outras capitais fez da Nitro uma hot shop global. O principal diferencial da Nitro é a maneira como ela se posiciona: “A sócia criativa dos negócios dos clientes”, ou seja, uma parceira estratégica nos negócios, uma espécie de consultoria que põe a mão na massa. Essa crença vem do fato de entenderem que as agências estão cada vez mais longes do centro de decisão dos clientes, e isso prejudica diretamente tanto seu produto final como sua relevância.

Anomaly – NY – 70 funcionários

Fundada em 2004, a Anomaly tem se destacado ao propor algo muito além da comunicação. A agência participa do design e do desenvolvimento dos produtos dos clientes e é remunerada de uma maneira muito alternativa: com ações dos seus clientes. Em comum com outras hot shops está a convicção de continuar pequena, pois acreditam que o tamanho influencia na qualidade daquilo que se produz, como também na disseminação dos valores da empresa.

Anúncios

Um comentário sobre “Como roubar uma campanha global de uma mega-agência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s